O policial chorou muito e ainda pediu perdão ao padre Virgulino que estava celebrando a missa.

O desespero chegou ao motim dos PMs no Ceará. Na Igreja Menino Jesus de Praga, em Juazeiro do Norte, um policial militar fardado subiu ao altar, interrompendo a missa que era celebrada pelo padre Virgulino, e começou a chorar e pedir perdão.O ato de desespero aconteceu na celebaração no bairro Novo Juazeiro por volta das vinte horas desse domingo 23 na igreja lotada de fieis.

O PM classificou a a sua atitude como necessária e admitiu a possibilidade de ainda ser ponido com prisão pelo comando geral da PM.

Se dizendo paraibano, o policial explicou em poucas palavras os motivos que levaram a PM do Ceará paralizar nos ultimos dias, ainda fez referencias as dificuldades e pediu “socorro” Insistindo no perdão até “pelo amor de Deus”. Ao fundo ainda pra ouvir alguem falando em fé e depois aplausos. O fato já repercute em toda imprensa do Ceará.

ASSISTA O VÍDEO

Da redação com Imagens de Roberto Bulhões TV Padre Cicero