Jair Bolsonaro deve passar por uma nova cirurgia nos próximos dias. Logo cedo, neste domingo (1°), o presidente teve uma consulta com o médico Antonio Luiz Macedo, um dos que fizeram a cirurgia de abdômen, após ele ser atingido por uma facada em 6 de setembro do ano passado, durante campanha eleitoral em Juiz de Fora (MG). 
Pela redes sociais, Bolsonaro indicou que ficará afastado do cargo.

“Agora em São Paulo com os Drs. Macedo e  Leandro. Pelo que tudo indica “curtirei” uns 10 dias de férias com eles brevemente. Bom dia a todos”, escreveu. Em entrevista ao portal G1, Macedo disse que surgiu uma “hérnia na incisão cirúrgica” anterior feita na barriga do chefe do Palácio do Planalto. Nem o médico e nem Bolsonaro indicaram quando será o procedimento.

Após a consulta médica, o presidente seguiu de helicóptero ao Templo de Salomão, da Igreja Universal do Reino de Deus, no bairro do Brás, em São Paulo (SP). Por volta das 10h, Bolsonaro visitou o Jardim Bíblico, no templo, acompanhado do bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da empresa Record. Outros bispos da igreja e uma comitiva do presidente também acompanham a visita. 

Da redação com DP