Apesar do anúncio de redução no preço dos combustíveis pela Petrobras, os valores em Campina Grande aumentaram.

Diante do fato, o coordenador do Procon Municipal de Campina Grande, Rivaldo Rodrigues, afirmou que vai interpelar novamente junto ao Sindicato dos Revendedores na cidade, além de chamar alguns proprietários para tentar entender os reajustes, os quais classificou como “sem explicação plausível”.

Em breve entrevista nesta segunda-feira, 27, Rivaldo destacou ainda que o Procon, em parceria com a Câmara Municipal, está engajado com a CPI dos Combustíveis e que o órgão estará disponível para qualquer esclarecimento.