Será realizada no próximo dia 31, às 16h30 na sede subsecção da Ordem dos Advogados do Brasil, a audiência pública: Condições de Trabalho dos Médicos da Rede Pública de Saúde de Campina Grande, promovida pela Comissão de Direito à Saúde da OAB.

De acordo com a advogada, Rebeca Coury, a Comissão foi procurada por médicos do município e relatada as condições de trabalho dos profissionais.

Segundo ela, uma das reivindicações era com relação aos salários atrasados, mas a gestão conseguiu regularizar.

– O que chamou atenção é que a questão não estava somente com relação aos atrasos de salários, mas também pela falta de medicamento da população, das dificuldades para marcação de exames e consultas com especialista, falta de material básico, como material de limpeza e sabão para lavar as mãos. Recebemos relatos de médicos plantonistas e isso tudo nos preocupou – disse.

A presidente ressaltou ainda que tentou agendamento com a secretaria de Saúde para discutir o caso, antes de realizar a audiência pública, mas não obtivemos resposta.

– Falamos sobre isso no Conselho Municipal de Saúde e não houve manifestação da Secretaria, com relação a todos os assuntos abordados por parte da gestão e então resolvemos ampliar a discussão, mas deixar o espaço aberto ao diálogo – disse.

Foram convidados para a audiência a Secretaria de Saúde, Ministério Público da Paraíba, Ministério Público Federal, Prefeitura de Campina Grande, Conselho Regional de Medicina. A audiência também é aberta ao público em geral.